19 de June, 2020

O papel dos animais da quinta

Depois do fantástico trabalho dos patos, no controlo dos caracóis, entram no campo outros animais. Agora mais herbívoros, como as ovelhas e os cavalos, no caso mais um pónei, mas o trabalho é o mesmo....

Depois do fantástico trabalho dos patos, no controlo dos caracóis, entram no campo outros animais. Agora mais herbívoros, como as ovelhas e os cavalos, no caso mais um pónei, mas o trabalho é o mesmo.

A nossa promessa de uma vinha sustentável tem que se revelar em todas as nossa ações. Começámos por recuperar as castas perdidas, preparámos as terras seguindo técnicas ancestrais combinadas com as novas metodologias e conhecimentos e envolvemos a comunidade no projecto, desde as vindimas, à poda, à partilha de saber-fazer.

E nisto tudo, olhamos para o funcionamento do ecossistema e respeitando esse equilíbrio, tiramos dele o melhor partido.

Com as chuvas nascem as ervas. É normal, estão no seu meio, têm as condições para nascer e crescer. E crescendo, servem de alimento aos nossos herbívoros. São o predador natural, que de caminho, também ajudam a revolver a terra e a adubá-la.

E assim, com menos químicos, menos impacto, mais natureza, mais equilíbrio, trabalhamos para uma vinha mais sustentável, local e com impactos positivos na economia da região, sem impactos negativos na natureza.

Na quinta trabalhamos todos pelo bem comum, não importa o número de patas.